autoconceito

Autoconceito: como você se vê?

As percepções que uma pessoa tem a respeito de si mesma têm um papel muito importante na sua vida.

Se essa pessoa tem percepções realistas acerca de suas próprias capacidades e limitações, suas atitudes serão mais condizentes com aquilo que ela deseja alcançar.

Por outro lado, se ela tem percepções distorcidas a respeito de suas próprias capacidades e limitações, isso influenciará negativamente no alcance de seus objetivos.

O fato é que o autoconceito influencia de maneira bastante forte as nossas atitudes e decisões.

Se alguém possui um autoconceito positivo, isso lhe ajuda a encarar os desafios da vida de maneira mais realista e produtiva.

Por outro lado, quando a pessoa possui um autoconceito negativo, pode acontecer de perceber os desafios da vida como simplesmente ameaças, e isso pode provocar muita insegurança e medo, ampliando ainda mais seu autoconceito negativo.

Autoconceito positivo

É muito importante desenvolver as percepções internas das próprias capacidades e limitações.

Quando temos consciência verdadeira daquilo que realmente temos condições de fazer e de suportar, as possibilidades de ter atitudes vencedoras e alcançar os nossos objetivos são astronomicamente maiores do que quando temos percepções distorcidas acerca de nossas próprias capacidades e limitações.

O autoconceito positivo nos ajuda também a ter uma melhor autoestima e maior confiança nas próprias habilidades e forças.

Além disso, ele nos ajuda também a desenvolver nossas habilidades para construir e manter relacionamentos mais saudáveis e construtivos, o que pode nos proporcionar uma vida mais plena e feliz.

Autoconceito distorcido

Quando não temos uma percepção realista de nossas próprias capacidades e limitações, corremos um grande risco de mergulhar no pessimismo e a ter atitudes que nos distanciam de nossos objetivos e sonhos.

São sinais de autoconceito distorcido:

  • “Sou muito desajeitado, não consigo fazer nada direito”;
  • “Ele é melhor do que eu em tudo”;
  • “Eu nem preciso tentar, pois nunca vou conseguir fazer nada”;
  • “Não consigo ser melhor do que sou, serei sempre um fracassado”;
  • “Não existem recursos que possam me ajudar, sempre tive dificuldades e não consigo aprender nada direito”;
  • “Eu não mereço nada mesmo, pois sou ruim e nem tenho forças para mudar”.

Os exemplos acima são apenas alguns dentre muitos outros que poderiam ser apresentados.

Essas crenças são estratégias de autossabotagem que utilizamos sem nem mesmo perceber que estamos destruindo as nossas próprias possibilidades de realizar aquilo que desejamos.

O autoconceito distorcido é muito poderoso e tem poder para prejudicar até mesmo a nossa saúde mental, visto que ele provoca uma grande carga de frustrações, receios, medos e sentimentos de fracasso.

Com o tempo, isso pode levar a pessoa a desenvolver um grave transtorno de ansiedade, ou até mesmo depressão.

Descubra quem você é!

sobre autoconceito

Consciência das reais capacidades e limitações é algo que só alcançamos quando damos atenção a nós mesmos e nos empenhamos em trabalhar o nosso autoconhecimento.

Investigar, descobrir, perceber o sentido, aceitar e trabalhar as nossas próprias características internas é um dos exercícios mais poderosos que um ser humano pode executar.

Esse exercício pode nos levar ao âmago de nossas dificuldades e potencialidades, então podemos trabalhar essas dificuldades e resolvê-las (ou pelo menos amenizá-las), e despertar as potencialidades e utilizá-las de maneira que possamos caminhar com mais energia rumo àquilo que desejamos alcançar.

É preciso coragem e investimento

Se você deseja ter uma vida mais repleta de realizações, necessariamente precisará encarar com coragem as suas limitações e os seus medos.

Naturalmente, isso é uma tarefa complexa, e muitas vezes você sentirá que suas forças estão se exaurindo.

Contudo, fique atento ao que acontece com você e, se perceber necessário, procure ajuda.

Não deixe suas forças irem embora, exercite-as e procure os recursos que podem te ajudar a descobrir o que você precisa trabalhar e o que pode utilizar para vencer os desafios e alcançar aquilo que deseja.

Você também precisará fazer investimentos (e não falamos apenas de investimentos financeiros).

Você precisará investir nos seus relacionamentos, em diálogos com você mesmo, em tempo para dar atenção aos seus próprios sentimentos.

Precisará investir também em recursos para trabalhar o seu autoconhecimento.

Sem investimentos dificilmente você conseguirá obter tudo o que precisa para caminhar com mais segurança rumo aos seus objetivos e sonhos.